Hino da Campanha da Fraternidade 2017: Biomas Brasileiros e Defesa da Vida

Louvado seja, ó Senhor, pela mãe terra, que nos acolhe, nos alegra e dá o pão (cf. LS, n.1)
Queremos ser os teus parceiros na tarefa de “cultivar o bem guardar a criação.”

Refrão:
Da Amazônia até os Pampas, do Cerrado aos Manguezais, chegue a ti o nosso canto pela vida e pela paz (2x)

Vendo a riqueza dos biomas que criaste, feliz disseste: tudo é belo, tudo é bom!
E pra cuidar a tua obra nos chamaste a preservar e cultivar tão grande dom (cf. Gn 1-2).

Refrão:
Da Amazônia até os Pampas, do Cerrado aos Manguezais, chegue a ti o nosso canto
pela vida e pela paz (2x)

Por toda a costa do país espalhas vida; são muitos rostos – da Caatinga ao Pantanal:
Negros e índios, camponeses: gente linda, lutando juntos por um mundo mais igual.

Refrão:
Da Amazônia até os Pampas, do Cerrado aos Manguezais, chegue a ti o nosso canto
pela vida e pela paz (2x)

Senhor, agora nos conduzes ao deserto, e então nos falas, com carinho, ao coração (cf. Os 2.16)
Pra nos mostrar que somos povos tão diversos, mas um só Deus nos faz pulsar o coração.

Refrão:
Da Amazônia até os Pampas, do Cerrado aos Manguezais, chegue a ti o nosso canto
pela vida e pela paz (2x)

Se contemplamos essa “mãe” com reverência, não com olhares de ganância ou ambição,
O consumismo, o desperdício, a indiferença, se tornam luta, compromisso e proteção (cf LS, n.207).

Refrão:
Da Amazônia até os Pampas, do Cerrado aos Manguezais, chegue a ti o nosso canto
pela vida e pela paz (2x)

Que entre nós cresça uma nova ecologia (cf LS, cap.IV), onde a pessoa, a natureza, a vida, enfim,
Possam cantar na mais perfeita sinfonia ao Criador que faz da terra o seu jardim.

Refrão:
Da Amazônia até os Pampas, do Cerrado aos Manguezais, chegue a ti o nosso canto
pela vida e pela paz (2x)

Letra: Padre José Antônio de Oliveira
Música: Wanderson Luis Freitas da Silva